sexta-feira, 15 de julho de 2016

Zandrora # Renan Hiago # Selo Jovem


Bom dia povos e povas...tudo bom com vocês? 
Estou aqui "escrevinhando pro cêis", novamente e atrasadamente, para falar do livro do Renan Hiago, um jovenzito que começou essa série que tem uma mistura de tudo. Então vamos lá!



O protagonista tem um nome um pouco peculiar Otávio, mas isso não é nada depois de conhecer o nome dos demais personagens.

Bom,  o Otávio é um jovem meio Bella Swan, se é que vocês me entendem né...Ele acha o mundo e a vida um grande tédio, não sente que faz parte das coisas todas da vida e que esta simplesmente no mundo errado...até que um dia ele sofre um ataque de um dragão, umas 8 horas da noite (como se isso fosse relevante) , bate a cabeça, fica desacordado e quando desperta já está no hospital com sua mãe e um médico que conta que ele fora salvo por um homem desconhecido e que não foi identificado. 



Bom na verdade ele foi salvo pelo próprio médico que vos fala e que está tentando dar um perdido na galera do hospital para que o Otávio possa ir para casa. O médico na verdade se chama Bóris, é um anjo e guardião de Otávio. Otávio é na verdade uma criatura antiga encarnada em um corpo humano e pertence a um mundo chamado Zandrora, onde vivem fadas, anjos, dragões, golens e wherever (cerebus, um cão de três cabeças que lembra HP), Bóris é dono  de uma livraria maravilinda que tem uma árvore maravilhosa na frente carregada de borboletas, lá pelas tantas no livro vamos descobrir que as borboletas são almas e que a árvore é um portal mágico para Zandrora. Otávio não sabe de nada disso e nós vamos descobrindo com ele aos poucos, quando encarnou ele se esqueceu de tudo. A medida que vai recuperando sua verdadeira identidade descobrimos que ele terá que voltar ao seu mundo e lutar por ele, pois,  Félix um carinha muito do mal e irmão de Bóris, pretende dominar e destruir Zandrora se unindo a Fenestro, o mal na sua mais alta maldade, mas para tal empreitada ele precisa de uma chave que adivinha com quem está? Pois é, Otávio. Além da chave ele (Félix) precisa do Alabastro e Otávio precisa pegar primeiro.Bom aí muita água vai rolar debaixo dessa ponte e vocês terão que ler né? Rsrsrs . 





Achei o livro interessante, às vezes me perdia um pouco tamanha gama de misturada de magia , criaturas e poderes, mas no final tudo foi se encaixando numa viagem até o Japão recheada de trechos das músicas da Pitty, Demon Hanter, Slipknot e Casting Crowns entre outros. Além de muito le pakour, conjurações em inglês e japonês com direito até a um pequeno vocabulário informativo no final do livro para clarear a mente do leitor e agora? Vamos aguardar o segundo livro ALABASTRO...por que será?  Kkkk beijo meu povo e inté